DESASTRE AMBIENTAL NO NORDESTE BRASILEIRO

Mancha de óleo chega aos corais da baía de Todos os Santos, na Bahia Ibama confirma contaminação em praias utilizadas por pescadores e marisqueiras.

As manchas de petróleo que se tornaram visíveis em praias do litoral do Nordeste desde o começo de setembro chegaram nesta quinta-feira (17/10/19) à Baía de Todos os Santos, na Bahia, a maior do país. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama) confirmou a contaminação nas praias de Jaburu, Tairu e Cacha Pregos (no município de Vera Cruz, na Ilha de Itaparica), todas regiões de corais e utilizadas por pescadores e marisqueiras das comunidades locais.

Para o governo de Pernambuco, o derramamento de óleo no litoral do Nordeste está sendo tratado de forma improvisada pelo governo federal. O governador Paulo Câmara cobrou a criação de um plano de contingência para minimizar os danos com base em planejamento.

“É preciso uma força tarefa federal para que todos os equipamentos sejam colocados à disposição. É o maior acidente ambiental da história do Brasil. É preciso esforço redobrado, cada vez mais profissional e determinado. Não se sabe o dia de amanhã e o dano ao meio ambiente, ao futuro do turismo no Nordeste e à saúde das pessoas. O Consórcio Nordeste está trabalhando, os governadores estão fazendo o seu trabalho, mas não é fácil por conta da falta de informações. Diante da decisão da Justiça, esperamos que providências ocorram. Não pode ser tratado, depois de 50 dias, da forma improvisada como a gente está vendo”, disse Câmara.

Etiquetas:
¿Te gusta este artículo? ¡Compártelo!

Más Noticias:

Menú